sexta-feira, março 18, 2011

Veja a vida com meus olhos

 Faça Valer - Rub
Eu passei muito, muito tempo tentando criar um texto pra postar aqui hoje, e conefesso que conseguir rs Mas acho que nesse momento o que eu preciso mesmo e desabafar. Não sei, muita coisa se passa dentro de mim. As vezes sonhos, planos, desejos, as vezes certa mágoa e tristeza. Não sei como posso definir isso, só sei que tenho perdido muito tempo apegada a coisa que deveriam não ter relevância alguma. Mas de onde oriundam? Sim, de lá mesmo, do passado...
E como se não bastasse, ainda tem aquele e se ...
E se eu tivesse feito isso? E se eu fosse por aquele caminho? E se eu resolver dar um basta nisto?
As vezes passamos por certas situações que nos deixam marcas profundas, por mais tempo que passe, as vezes esse tempo é insuficiente para parar de doer. Então o que fazer? Simples, mude!

Muitas vezes se arriscar em algo diferente, em algo novo, é o que falta. Não é porquê é diferente que significa que é ruim, não? Isso aê, mude, mude de estratégia, de rumo, de amor, de caminho. Inove, faça algo novo! Se arrisque! Erre, nem sempre o certo é o melhor! Saia da mesmice, mesmo que os caminhos sejam os mesmo, há sempre algo a ser mudado! Comece dando um basta no que lhe faz mal, seja ele qual for.  Sabe muitas vezes, acho que perdi minha essência tentando me encontrar, não por meus próprios conceitos, mas pelos olhos de terceiros.
Há poucos instantes me fizeram uma pergunta intrigante, talvez a mais intrigante de toda a minha curtíssima vida. Se você morresse hoje? O que você teria feito?

Sabe... parei pra pensar e deixei o coração falar, eu não me arrependo de nada que já vivi até hoje. Claro que há alguns fatos, momentos que não são bons de lembrar. Mas posso sim dizer que vivi e muito bem. Se fosse citar cada bom momento passado, levaria horas a fio, lembro de cada frase, cheiro, sentimento dos bons momentos vividos.

Muitos acham que sou uma criança com um pouco mais de cabeça e estatura, outros acham que levo a vida de forma séria demais e louca demais. Mas o que eu posso dizer é que amo ser assim, aliás como diria a Fernanda Mello: "sorte minha que sou assim, vim ao mundo pra sentir..." Enfim, se chorei ou se sorri o importante é que emoções eu vivi, nada melhor do que um clichê pra encerar, não?

Não sei no que exatamente estava pensando quando escrevi esse texto, mas pra mim ele é especial. Nele está contida minhas emoções, minhas expectativas, minhas frustrações, meu eu. Estava assistindo um filme semana passada e uma pergunta me intrigou: Se você tivesse em sua casa em chamas e tivesse 60 segundos para tirar algo de lá, o que seria? Muitos salvariam sua família, outros seus pertences, mas e você o que tiraria do apartamento se tivesse apenas 60 segundos?

8 comentários:

Geovani Matos disse...

Se chorei ou se sorri, O importante
É que emoções eu vivi...
Um dia poderei dizer isso, espero!

♥ Evelin Pinheiro ♥ disse...

Pra mim, os melhores textos são aqueles que falamos de nós mesmos, dos nossos sentimentos, do que se passa na nossa alma. Os meus textos geralmente são assim. Há quem não goste. Fazer o que? É assim que é! rsrsrs

Amei o seu, carregado de si mesma!
Até se parece um pouco com aquela minha postagem "cinza" feita há dias atrás...

BeijO flor*-*
http://evesimplesassim.blogspot.com/

૪ poker face disse...

EXPERIMENTE: http://www.biashibata.blogspot.com/

Beatriz disse...

Oi, sou a Bia no Minhas Leituras,
Obrigada por contar e seguir meu blog, tb vou seguir o seu, achei lindo!
Bjs, Bia

Luna Sanchez disse...

"Amo ser assim".

Essa frase valeu o texto todo, flor. É isso que importa. ;)

Um beijo.

Long Haired Lady disse...

precisamos viver como se fosse o ultimo dia, sempre!

Eraldo Paulino disse...

"cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é", como canta Caetano.

Bjs!

*~mel_ disse...

gata tem selo pra tii la no blog
bjokas

mel-ailove-u.blogspot.com

Postar um comentário

Obrigada pelo seu comentário ele é muito importante pra mim! Loree ;*

:a :b :c :d :e :f :g :h :i :j :k :l :m :n :o :p