sábado, fevereiro 12, 2011

É o que eu sinto

Não fique surpreso, você deve estar achando estranho receber esta carta, já que eu não sou muito dada a escrever.

Mas de repente me deu uma vontade louca de confessar o quanto era bom amar você, o quanto me fazia bem essa ternura que nos cercava,
mesmo quando você não estava ao meu lado. Por ti me apaixonei e achei que fosse pra sempre, mas não tardei a descobrir que o pra sempre, sempre acaba.
o que eu sinto por você é tão forte mas ao mesmo tempo tão confuso,
é tão estranho mas é tão simples, enquanto estava comigo havia algo especial e encantador em suas atitudes,
esse sentimento que em mim crescia cada vez mais,corria em meu sangue como um veneno e tomava conta de todo meu corpo,
inventa motivos, causas, porquês, pretextos, assuntos, disfarces... mas a verdade, é que ligava só para ouvir sua voz.
Por muito tempo você foi o meu único pensamento ao acordar e o meu último ao dormir. E por que nada disso deu certo?
Desculpe mas eu não sei amar pela metade, não sei viver pela mentira, não sei voar de pés no chão.
Sou sempre eu mesma, mas com certeza não serei a mesma pra sempre.
e ao perceber que estava me deixando quis gritar mas consegui sorri, os dias se passaram e o vazio, e ainda hoje percebo que
sempre vai ficar a presença de sua ausência. É incrível como uma pessoa pode partir seu coração e ainda assim você continuar amando-o com todos os pequenos pedaços. Você dizia que não era o bastante. cada gesto, cada instante, cada palavra, cada olhar.

Até que eu finalmente, deixei de ter pena de mim por estar sem você e passei a ter pena de você por estar sem mim e com o tempo fiquei mais seletiva, aquelas amizades fúteis que eu tinha já não me interessam mais,
as músicas ruins não me completam e o amor, o amor só se for real.

P.S.: As duas frases que estão em itálico, são citações de Clarice Lispector e Tati Bernardi, enquanto escrevia lembrei-me e resolvi acrescentar ao texto.

3 comentários:

Brenda Santos disse...

Olá flor,nossa eu adorei o texto está lindo!Ah mim identifiquei bastante ai...Tem algumas partes que parece que foi eu quem escrevi por que está do se encaixando sabe?Com o que estou sentindo é tão inusitado isso.Eu amei ah e essa frase da Clarice Lispector eu adoro,eu falei ela para um garoto ontem...Adorei o texto parabéns!

Beijos
http://tudodmenina.blogspot.com

Eraldo Paulino disse...

Viva a hora de levantar e sacudir a poeira!

Bjs!

Daniel Savio disse...

Bonito o post, mas amar pela metade ninguém merece...

Fique com Deus, menina Lorena Prazeres.
Um abraço.

Postar um comentário

Obrigada pelo seu comentário ele é muito importante pra mim! Loree ;*

:a :b :c :d :e :f :g :h :i :j :k :l :m :n :o :p